O PROJECTO

Contribuições, insultos, projectos de execução, mas principalmente donativos chorudos para:

blog_oprojecto@hotmail.com (com minúsculas)

quinta-feira, abril 22, 2004

 

optimismo / pessimismo

A humanidade divide-se em dois: pessimistas e optimistas. Está claro que um criador deve ser, em teoria, um optimista. Senão, cria para quê? É por isto que a arte é geralmente descrita como sendo de esquerda (e acabaram as referências políticas neste post, juro). Eu sou pessimista. Como cristão acho que não há remédio. O pessimismo antropológico tem dois mil anos. Caramba, se nós O matámos! Não tenho qualquer confiança em grupos e multidões. Quando vejo um aglomerado humano coerente desconfio. Pessimista, portanto. Mas, e a arquitectura? Pode um arquitecto ser pessimista? A arquitectura ainda é, como disse uma vez, um meio de nos redimirmos do mundo. Por isso não vou em cantingas: revoluções sociais deixo para outros. Faço as minhas escolhas: Frank Lloyd Wright em deterimento de Corbusier; Fernando Távora em determimento de Teotónio Pereira; Renzo Piano em deterimento de Koolhaas. Politicamente incorrecto? Obtuso? O que quiserem, mas quem não escolhe não sente. E se ambiciono agradar terceiros e tornar a sua vida um pouco melhor, isso nada tem a ver com optimismo. Chama-se humanidade. Mantermo-nos à tona de água. Respirar. Fomentar o sorriso. Porque se nos levarmos demasiado a sério começamos a reparar que o mundo é um sítio de merda. E ficamos rezingões, amargurados. E depois só resta «ir para cima de um monte com uma metrelhadora na mão e desatar aos tiros». Revoluções sociais: naah... LAC
Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2003   Julho 2003   Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]