O PROJECTO

Contribuições, insultos, projectos de execução, mas principalmente donativos chorudos para:

blog_oprojecto@hotmail.com (com minúsculas)

segunda-feira, junho 28, 2004

 

infanto-juvenil

Numa biblioteca o espaço infantil deve estar distante do espaço juvenil. À primeira vista, parece um contrasenso. Mas faz todo o sentido. Haverá altura em que a crise de identidade seja maior do que na adolescência? Se bem me lembro, e não foi há tanto tempo assim, o pânico e revolta por ser confundido com uma criança domina a mente de um adolescente a braços com o acne. Por isso, numa biblioteca, águas separadas. O assunto é sério. Uma simples decisão de projecto pode significar um trauma para o resto da vida.
Comentários:
Devo ser cega. Porque, à primeira vista, não encontro o contrasenso. O espaço infantil, com seres que não conseguem estar quietos, que querem pegar em cinco livros diferentes porque todos têm cores garridas (e todos são maiores que os anteriores), com guinchos de "olha este!" para a criatura mais próxima fisicamente e mais similar na idade... longe da adolescência da borbulha, dos temas quentes que se querem ver no recato, distância de olhares alheios, e, claro, dos guinchos irritantes desses pequenos seres que ainda nem sabem soletrar a palavra autonomia e independência (valores sagrados de qualquer adolescente, por muito que lhes custe perceber que estão a largas MILHAS de os ter).
Peço desculpa pelo longo discurso. Mas parece-me tão óbvio (não sou arquitecta, sou mãe e passei pela adolescência, confesso, ruborizada...)que a zona infantil, numa biblioteca, TEM de ser longe de qualquer zona. Principalmente da dos nervos à flor da pele. Os adolescentes.
 
Claro, longe de tudo! E perto da porta.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2003   Julho 2003   Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]