O PROJECTO

Contribuições, insultos, projectos de execução, mas principalmente donativos chorudos para:

blog_oprojecto@hotmail.com (com minúsculas)

quarta-feira, junho 30, 2004

 

«Mas isso é giro»

Mas claro que é. Alguém duvida? Como se explicaria então os maus ordenados, as horas infindáveis de trabalho, as agressões físicas, o enxovalhanço da exposição pública? Como se suportariam os clientes, os especialistas, os emprenteiros? É a paixão, é a paixão. O grande problema é que isto é bom demais. É gratificante, é entusiasmante. Isto a propósito de uma breve explicação do nascimento de um projecto: o sítio, o programa, as áreas, os primeiros esboços. Quero levar luz até aqui, isto tem de caber ali, agora um corpo rasga isto, a circulação faz-se toda pelo exterior. «Mas isso é giro», disse, estranhando a minha angústia. Esse é o problema. A nossa angústia ninguém a compreende. Está claro que o resultado final se apresenta como evidente. Mas nunca o é. Jamais. A grande ingratidão. Como explicar o envolvimento emocional por um projecto? Não se explica, senhores, não se explica.
Comentários:
Ó Lourenço, não contes o segredo todo, como adorámos o nosso ofício, que quase pagassemos para exercê-lo!
Ainda nos exploram mais!
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2003   Julho 2003   Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]