O PROJECTO

Contribuições, insultos, projectos de execução, mas principalmente donativos chorudos para:

blog_oprojecto@hotmail.com (com minúsculas)

segunda-feira, junho 07, 2004

 

A questão do imaginário

Penso em coisas apáticas. Brancas, sem cor. Indiferentes a cada olhar, que as tomam por adquiridas, como outra coisa qualquer. Teram sido feitas? ou já lá estão desde sempre, sem que nenhum homem as tenha tocado? Não se sabe.
Peço a quem me poderá ouvir, se fizer o favor, de por algo de si no que fizer. Sempre, dando ouvidos ao impulso inexplicável, ignorando os bons costumes. Tentar a arte, mesmo que se fracasse. Prefiro uma tentaviva fracassada do que uma resignação primitiva. É feio? Mas quem diz? Haverá alguma brigada do bom gosto, por acaso? Logo em Portugal, país onde tudo é regulamentado menos o desenho.
Não há que ter medo. Uma folha em branco não é mais do que uma folha em branco. É nada. Nada à espera de qualquer coisa. No fundo, é a folha em branco que mais deseja ser surpreendida. Mas nós recuamos. E fazemos uns traços conformados, para tristeza da folha em branco. Uma coisa assim consensual, pacífica, pacifista. Sem nada. Como a folha em branco.
E depois tudo isto se transforma numa sucessão de repressões do imaginário que é nosso, mas que não se mostra, envergonhado, como se fosse possível ter vergonha de nós próprios. Ninguém se atreve a dizer: «fiz assim porque gosto», receosos da exposição daquilo que gostamos, como se isso nos abrisse ao desconhecido. O medo do impulso. O medo do não pensado. O medo da emoção.
A folha em branco não é o nosso maior medo; o que lá pomos em cima é bem pior.
Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2003   Julho 2003   Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]