O PROJECTO

Contribuições, insultos, projectos de execução, mas principalmente donativos chorudos para:

blog_oprojecto@hotmail.com (com minúsculas)

terça-feira, setembro 28, 2004

 

A cidade do Barão

His work had destroyed much of the medieval city. It is estimated that he transformed 60% of Paris' buildings.

Confesso que, apesar de perceber que a esquerda goste do que Paris representa, nunca percebi como é possível que a esquerda goste realmente de Paris. (Nota: nunca fui a Paris, só a conheço através de fotografias, plantas e da história da arquitectura.) Explico o porquê desta minha perplexidade. Paris é, essencialmente, fruto de um urbanismo autoritário, quase sanguinário. A sua monumentalidade, o gosto pelo requinte académico, os quarteirões deitados abaixo e as pessoas desalojadas, tudo contribui para um fenómeno que nunca poderia ter acontecido em democracia. Este é o ponto fundamental: Paris não seria possível em democracia. Por isso achei normal este texto do Rui Tavares no Barnabé, A minha sentença de morte: Paris é pior do que o nó da Buraca. Apesar de não concordar, por exemplo na argumentação totalmente a despropósito sobre a torre Eiffel, é uma opinião que cai bem à esquerda. Ainda por cima o homem era Barão, quer dizer.



Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2003   Julho 2003   Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]